Um dia fora do escritório – como tirar o máximo proveito dos eventos corporativos de integração

Um dia fora do escritório é ótimo para os funcionários retomarem o fôlego e saírem um pouco do ambiente muitas vezes estressante que a rotina de trabalho produz. Não estamos falando em home office (que também tem suas muitas vantagens) e nem em um dia de folga. Estamos falando sim é de tirar as pessoas do ambiente de trabalho, levá-los para um espaço externo e promover um evento corporativo de integração. Mas como tirar o máximo proveito dos eventos corporativos de integração?

Claro que qualquer empresário se preocupará com um dia sem produção, mas quando o motivo vai se reverter em benefício não só para as pessoas, como também para os negócios, daí o jogo muda de figura. Aliás, falamos aqui sobre como planejar um evento corporativo para integração de equipes e que benefícios eles proporcionam.

O site Bizbash falou com alguns profissionais de eventos que deram dicas de como organizar eventos de integração de sucesso. Eis aqui algumas das dicas valiosas que eles deram.

 4 dicas para tirar o máximo proveito dos eventos corporativos de integração

  • Construa parcerias entre os fornecedores

Todos os elementos envolvidos para que o evento aconteça – do transporte e espaço até o serviço de catering – facilmente se tornam peças soltas no quebra-cabeça. Rebecca Tilley, diretora da Adventure Associates – empresa que oferece treinamentos de liderança corporativa e programas de integração de equipes –, sugere construir um forte time de fornecedores e encorajá-los a conversarem entre si.

  • Estabeleça objetivos

Tilley também recomenda ter objetivos claros para o evento corporativo de integração – a equipe envolvida precisa estar ciente desses objetivos. Uma vez definidos, daí sim é hora de pensar na programação do evento.

  • Agenda um tempo livre

Para Bruce Withrow, fundador da Meeting Facilitators International, companhia que facilita a realização de eventos corporativos de integração, o ideal é ter um balanço nas atividades: “nem tudo precisa ser programado. Se forem vários dias de evento, os participantes muitas vezes apreciam uma noite livre, assim eles podem fazer suas coisas”. Somando-se a isso, os espaços devem ter locais para conversas e encontros informais, diz Joyce Bromberg, vice-presidente de inovação e design da Convene, empresa que oferece espaços para conferências. Aliás, até um detox digital pode ser muito bem vindo em eventos de integração – nos momentos offline os eventos de integração podem render muito mais.

  • Programe atividades em grupo

Atividades em equipe durante um evento corporativo de integração servem para construir relacionamentos e quebrar o gelo. Para Bromberg, “há a oportunidade de se fazer um evento memorável, que as pessoas irão se lembrar, e uma maneira de se criar experiências partilhadas”. Pode ser uma aula de culinária, uma degustação de vinhos, até mesmo um brinde de comemoração. Contudo, alguns grupos podem preferir outros tipos de atividades, que não as em equipe: “se for o time sênior e eles trabalham juntos por anos, você não precisa quebrar o gelo. É uma total perda de tempo”, complementou ele.

Eventos corporativos de integraçãoFonte: FreePik.

Meditação em eventos corporativos

Já pensou em incluir a meditação em eventos corporativos?

Meditação em eventos corporativosFonte: Huffington Post.

A IMEX America, uma das maiores feiras internacionais voltadas para o turismo de negócios e eventos, aconteceu em Las Vegas de 13 a 15 de outubro, e reuniu 10.600 profissionais. O evento inovou com o programa Be Well, cujo foco era manter o bem-estar físico e mental dos participantes através de uma variedade de serviços como uma sala de meditação com sessões de yoga e mindfulness (o termo é conhecido no Brasil como “atenção plena”), e meditação, dada pela instrutora Lee Papa. Tudo isso para que as pessoas pudessem se sentir produtivas e inspiradas em todos os dias do evento.

Para ela “um evento como o IMEX pode ser altamente estressante porque há muitas reuniões e os dias possuem agendas apertadas. Isso leva ao sentimento de falta – tempo insuficiente e muito o que se fazer – crenças que conduzem a um resultado menos produtivo e um processo de estresse. Mindfulness é a resposta não apenas para exposições e conferências, mas também para o funcionamento diário de qualquer negócio. Fluxo é o que é produtivo –restrição não”.

Para ilustrar o que disse, Le Papa deu cinco motivos pelos quais vale a pena ter intervalos para meditação em eventos corporativos e como eles beneficiam os participantes:

Meditação nos eventos corporativosFonte: Body Beat.

1) Intervalos para meditação contribuem para a resistência.
2) Intervalos para meditação incentivam o trabalho em equipe.
3) Intervalos para meditação melhoram o foco durante o evento.
4) Intervalos para meditação permitem uma perspectiva mais fresca para as ideias fluírem.
5) Intervalos para meditação incentivam uma comunicação mais efetiva.

Esse artigo foi inspirado nesse do Bizbash.

Ainda não dá para descansar: 5 ações para se fazer depois do evento

A gente sabe que quem trabalha com eventos gosta de uma rotina mais movimentada, mas que dá aquela vontade de tirar uns dias de folga depois da entrega de um grande evento, ah… isso dá! Porque vida de produtor de eventos costuma ser corrida, especialmente nos dias que antecedem o evento, e quando ele termina, o cansaço bate. Mas todo o trabalho só se conclui com o pós-evento, por isso não dá para descansar tão cedo! Veja algumas ações que você deve tomar quando passar o evento.

Ações para se fazer depois do eventoFonte: I2 Produções.

Anote: 5 ações de pós-evento

1) Agradecimento
Faz toda a diferença os convidados saberem que foram lembrados depois do evento e que a presença deles foi especial – principalmente em evento corporativo essa etapa do pós-evento é fundamental estrategicamente. Agradeça a participação deles, de forma personalizada, enviando uma cartinha com um clique tirado no evento, por exemplo. O bom dessa parte do trabalho é que ela pode ser preparada com antecedência – aproveite o banco de dados usado no registro para a coleta dos dados de contatos que você precisará usar nessa fase (como e-mail ou endereço físico).

2) Feedback
Quer saber se seu evento foi um sucesso? Ouça o feedback dos participantes. Isso é ainda mais relevante se for um evento corporativo e você precisa saber se a estratégia do evento foi escolhida corretamente e se os objetivos foram atingidos. Você pode coletar esse feedback ao final do evento corporativo, pedindo para os convidados responderem uma pesquisa de avaliação e, mais do que isso, monitore o que estão falando nas redes sociais, pois esses feedbacks espontâneos são muito valiosos também.

3) Redes Sociais
E por falar em redes sociais, se seu evento foi um sucesso, as pessoas continuarão falando dele nos dias seguintes ao evento. Aproveite o burburinho para postar fotos, slides de apresentações que foram realizadas, e compartilhe com o público tudo o que mídia estiver falando sobre o seu evento. Mas não demore para fazer isso, o evento ainda precisa estar fresco na cabeça das pessoas para esse trabalho dar certo. Para não perder tempo, uma boa curadoria ajuda bastante. Se for um evento corporativo, as redes sociais servem como um super suporte para o trabalho de branding.

4) Balanço
É hora de colocar as contas na balança: analisar se as cotas de patrocínio foram suficientes, se houve gastos extras que não haviam sido previstos, se o número de registros deveria ter sido maior (ou menor), onde foi possível economizar. Essa análise é importante para o produtor de eventos, tanto para prestar contas com o cliente, quanto para planejamentos futuros.

5) Debrief
Depois dessas etapas junte o pessoal envolvido no projeto para fazer o debrief e discutir se os objetivos foram alcançados e verificar o que foi bom e o que pode ser melhorado para o próximo evento. É o momento para celebrar vitórias e agradecer o empenho de toda a equipe para que eles já fiquem animados para a realização do próximo evento.

O que fazer no pós-eventoFonte: Live Science.

Depois disso, você pode relaxar sem culpas. Recarregar as baterias para a próxima empreitada faz bem para a saúde e para a produtividade.

Quer ver seu evento nos top trends do Twitter? Veja essas dicas.

Quem não gostaria de organizar um evento e ver que ele foi parar nos top trends do Twitter? Depois do trabalho duro que é fazer tudo acontecer seria um sonho ver que as pessoas estão engajadas e conversando online sobre seu evento. Uma super validação de que você e sua equipe fizeram tudo direito!

Mas fazer tudo direito é exatamente o que, você deve estar se perguntando. Sabemos como é corrida a organização de um evento e parar para pensar na melhor estratégia para ver sua hashtag nos top trends pode ser um desafio – mas que vale a pena. Então, como preparar seu evento para aumentar suas chances de ele virar um trend no Twitter?

evento-nos-top-trends-do-twitter(Foto: Close)

Para isso, selecionamos as melhores dicas que o blog Hubspot compilou sobre o assunto.

  • Tweet em tempo real

Usar a hashtag de uma marca consistentemente é uma grande maneira de se conectar com a audiência tanto antes como durante o evento. É importante mantê-la curta e fácil de lembrar – isso ajudará as pessoas a memorizar, além de liberar espaço para mais caracteres nos tweets. Essencial também é educar os convidados desde antes do evento a usarem a sua hashtag: antes do evento, envie e-mails e tweets usando a hashtag. No evento, coloque a hashtag em guardanapos, telões, camisetas, brindes, por todo lugar. Certifique-se de falar para as pessoas usarem a hashtag e a seguirem para se manterem atualizadas sobre o evento. Uma dica super útil é mostrar tweets em tempo real durante o evento para encorajar as pessoas a postarem mais, já que vão querer ver seu tweet no telão também.

  • Designe um gerente de mídias sociais

Algumas medidas devem ser tomadas antes do evento, como preparar uma lista das perguntas que o social media espera que possam aparecer, assim quem estiver monitorando a rede só precisará copiar e colar a resposta, poupando tempo e energia. Deixar criados e agendados conteúdos para serem postados também é importante para se ter mais tempo de postar tweets em tempo real, além de sobrar mais tempo para interagir com o público – nesse follow-up nunca se esqueça de incluir a hashtag do evento.

  • Use a tag de geolocalização nos seus tweets

Por que? Se você inserir a geotag nos posts, as pessoas poderão clicar na localização e encontrar fotos e vídeos do evento, possibilitando assim maior engajamento e compartilhamento. O serviço de localização está desativado por padrão no Twitter, não se esqueça de ativá-lo nas configurações. Também é legal aproveitar posts com tag de localização dos usuários e retweetar vídeos e fotos sob o ponto de vista da audiência. Quanto mais conteúdo, mais compartilhamentos e curtidas acontecerão, aumentando as chances da hashtag do evento estar entre os top trends do Twitter.

  • Crie oportunidades para boas fotos

Um estudo da Eventbrite com Mashworks revelou que as fotos compõem 78% dos posts de eventos. Portanto, capriche na decoração do seu evento, prestando atenção em detalhes que podem ser clicados com o logo da marca aparecendo.

  • Consiga o apoio de patrocinadores

A parceria com patrocinadores nas redes sociais pode ajudar na tarefa de encorajar a participação e aumentar o uso da hashtag do evento. Peça aos patrocinadores para usarem a hashtag em todos os tweets, assim tanto o patrocinador como o evento ganham maior cobertura. Para aproveitar a influência deles no Twitter, ofereça ao patrocinador um desconto para um pacote de tweets com fotos.

  • Aproveite o poder de influência dos palestrantes

Provavelmente os palestrantes do seu evento têm alguma influência. Aproveite-se disso e peça para eles fazerem duas coisas: tweetar uma foto ou vídeo do palco – uma selfie com os convidados ao fundo cabe muito bem aqui – com a hashtag do evento; e abrir uma sessão de perguntas nos últimos 10 minutos da apresentação, para as pessoas enviarem questões no Twitter usando a hashtag.

Estivemos no TrendWatching em NY :)

Pois é pessoal, estivemos em Nova Iorque! Na semana passada participamos do TrendWatching NY. A ideia era conhecer de perto as tendências do mercado e as novidades. Foi um dia de muitos insights e inspiração.

tendencias-de-mercado

 

Fundado em 2002, o TrendWatching está presente com escritórios em Londres, Nova Iorque, Cingapura e São Paulo. Os analistas da organização têm o pulso no consumismo – o TrendWatching tem como meta ajudar profissionais com visão de futuro em mais de 180 países a entenderem o novo consumidor e, consequentemente, revelar oportunidades atraentes e rentáveis. Além de receber novidade do seu network, eles ainda examinam mais de 300 fontes a procura de tendências e inovações. Também participam de mais de 50 conferências de negócios por ano para ouvir o que líderes, executivos e empreendedores têm a dizer, além dos insights que vêm através dos workshops de inovação que realizam. Dentre seus mais de 1200 clientes, espalhados em mais de 60 países, estão marcas e agências como Disney, RedBull, Google, Samsung, Natura, Coca Cola, Itaú, Air New Zealand, BBC, Leo Burnett, WMcCANN e Nestlé.

oportunidades

 

A análise que o TrendWatching divulga contem 16 megatendências que definem o futuro dos negócios e o consumismo em geral e que forma a base do processo de pesquisa que aplicam. Cobrindo as necessidades e os desejos fundamentais dos seres humanos, bem como as principais tendências macro que afetam o ambiente dos negócios, essas ‘correntes’, grandes e lentas, permanecem importantes ano após ano, e podem ser aplicadas por regiões, indústrias e demografias. Sob essas megatendências estão mais de 100 tendências inspiradoras e em constante evolução, do tipo apresentado nas publicações que divulgam gratuitamente.

TrendWatching-NY

 

Fizemos alguns cliques de tudo que vimos de mais interessante para compartilhar com vocês e o mais importante é seguirmos com o que foi apresentado para nossos clientes e fornecedores para os próximos anos.

TrendSemNYC

 

#TrendSemNYC

TrendWatching-inovacao

Como os drones podem fazer a diferença em seus eventos

Essa maquininha aérea pode proporcionar perspectivas únicas de fotos e vídeos. E você sabe como os drones podem fazer a diferença em seus eventos? Ou ainda: você já pensou em usar drones em seus próximos eventos?

 Não faz muito tempo que os drones apareceram e eles já estão invadindo filmes, comerciais, estão sendo usados por empresas de tecnologia de várias maneiras e, aos poucos, estão se tornando objeto de desejo dos apaixonados pelas inovações high tech. Não apenas o ramo da tecnologia está fazendo o uso dos drones; segmentos variados estão aproveitando para explorar o veículo inovador para criar ações engajadoras e surpreendentes.

Enquanto ainda não existe uma legislação específica que regulamente o uso de drones no país, já há várias empresas especializadas em fazer fotos e vídeos aéreos com drones super modernos e em modelos variados – algumas se baseiam na legislação de outros países. Independente desse cenário burocrático há marcas inovando no uso de drones em suas campanhas publicitárias, eventos e outras ações. A Amazon, por exemplo, está com planos para usar drones para rastrearem os clientes para entregar encomendas aonde eles estiverem. Demais!

Já a Pepsi, no evento Wireless Festival, em Londres, usou drones para encontrar amigos perdidos. Funcionava assim: quando alguém precisava procurar um amigo o drone seguia na direção do amigo guiando o usuário. Tudo através de um aplicativo. Ponto positivo para a ideia, que salvou as pessoas de terem que trocar mensagens, marcar pontos de encontro ou fazer ligações no meio do barulho.

 

Dicas de como usar drones em eventos:

– os drones podem ser usados em exposições, conferências, festas e outros eventos.

– antes de tudo cheque se o local do evento permite o uso de drones e se sim, em qual área é permitido o uso.

– imprescindível também é checar com o fornecedor se o drone tem seguro (imagine se ele cai e machuca algum convidado do evento?)

– os drones são maquininhas que fazem um certo barulho e produzem vento. Por isso podem distrair a atenção dos convidados. Em conferências podem não ser tão apropriados, a não ser em alguns momentos do evento, como em alguma ação pontual. Já em festivais de música como no caso da Pepsi, o barulho do drone não influenciará em nada.

– a decoração aérea do evento precisa ser levada em conta para não atrapalhar a circulação dos drones.

– para sua utilização ser bem sucedida, faça um bom briefing de tudo que o drone precisará captar no evento e tenha certeza que todos os envolvidos estejam alinhados com esse planejamento.

Já ouviu falar no Sofar – Songs From a Room?

O Sofar – Songs From a Room é um movimento de música independente que reúne artistas e amantes da música em lugares secretos e fora do comum. Ficou curioso? Vamos te contar mais!

sofar

O projeto teve início há seis anos em uma pequena sala de estar em Londres, preenchida por uma audiência seleta de verdadeiros amantes da música e três jovens artistas. A sala era do cofundador do Sofar, Rafe Offer, que, junto com os outros fundadores, estava cansado das experiências de música ao vivo sempre iguais. Resolveu com seus amigos a dar suporte a bandas e artistas independentes e realizar eventos super intimistas, em espaços itinerantes e inusitados, onde os artistas pudessem se apresentar ao vivo, apenas para convidados. Esse primeiro pequeno show começou a se espalhar, os amigos foram contando para outros amigos, que foram contando para outros amigos. Começou a dar tão certo que o Sofar foi ganhando o mundo – atualmente o projeto está presente nos cinco continentes, em mais de 80 cidades. Por ano, já acontecem mais de 500 apresentações. Cidades como Londres, Nova York, Chicago, Sydney, Paris e Beijin estão na lista.

música-independente

E agora você deve estar pensando: como eu não soube disso antes? Já existe no Brasil?

Sim, o Sofar chegou em terras tupiniquins há três anos, primeiro em São Paulo e dali para o Rio, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Florianópolis, Recife, Belém, Salvador e Maceió. E desde então mais de 40 eventos musicais super intimistas já aconteceram.

E super intimistas porque a ideia é que o show aconteça na casa de alguém que se ofereça a sediar o evento. Geralmente é na sala, jardim, varanda, ou qualquer espaço que comporte mais de 50 pessoas. E quem oferece o espaço não precisa se preocupar com nada: o Sofar cuida de tudo, da música, dos convidados e inclusive da equipe de limpeza (ufa!). Entre três e circo artistas são convidados a fazer um show acústico, com sets curtos e despojados. Essa vibe misturada com gente que ama de verdade música, mais pessoas da área criativa e profissionais da indústria, proporciona uma experiência memorável para todos.

eventos-musicais

Todos ganham: quem oferece o espaço tem a chance de promover artistas da sua cidade para uma base mais ampla – muitos dos eventos são transmitidos ao vivo para o mundo todo e frequentemente os artistas se apresentam em várias cidades participantes do Sofar. Ainda, quem se apresenta tem a chance de ser descoberto por alguém da indústria, e quem assiste, claro, tem a oportunidade de conhecer música de muito boa qualidade.

E se engana quem pensa que nos eventos só são convidados amigos. O pessoal do Sofar se dedica a cultivar uma audiência dedicada e atenta de verdadeiros amantes da música. Os eventos não são festas com música ao vivo, mas sim uma experiência interativa para pessoas que querem descobrir novidades e encontrar outros fãs de música. E respeito à música é fundamental: nada de conversas paralelas e olhadinhas no celular durante as performances.

sofar-sounds-brasil

Bringing magic back to live music

“Trazer a mágica de volta à música ao vivo” é uma frase bastante usada no site e redes sociais do projeto e que resume bem a essência do Sofar.

Se você quiser fazer parte desse movimento se tornando um voluntário do Sofar, ou startar o projeto na sua cidade, se quiser sugerir artistas ou saber dos eventos mais próximos de você ou acompanhar as ações do projeto, é só visitar o site http://www.sofarsounds.com/ e se inscrever.

E atenção: há shows organizados para esse mês nas cidades brasileiras. Confira na agenda: http://www.sofarsounds.com/events.

Se gostou, siga também o Sofar Sounds Brasil no Facebook: https://www.facebook.com/SofarSoundsBrasil.

Nós da i2 adoramos essas ideias inovadoras, de gente criativa e cheia de inspiração!

Como organizar eventos motivacionais

Você sabe como organizar eventos motivacionais e qual a importância deles para uma organização?

Qualquer empresa, independente do segmento, seja de porte pequeno ou muito grande, precisa contar com colaboradores satisfeitos com o ambiente de trabalho, com a função que exercem, com o produto ou serviço que entregam. A satisfação dos funcionários é requisito básico para o sucesso de um negócio e, claro, para ela se manter competitiva no mercado. Pessoas felizes com seu trabalho, sem dúvida têm melhor produtividade, mais criatividade e mais disposição para os desafios do dia a dia.

Mas essa motivação precisa ser renovada de tempos em tempos. E embora a motivação seja algo que cada um precisa encontrar em si, as empresas podem ajudar bastante nesse processo. Uma forma bem eficaz de incentivar os colaboradores é através da organização de eventos motivacionais.

Evento Allianz VIP Lounge. GP Brasil de Fórmula 1. Autodromo de Interlagos. São Paulo. Brasil. 07/11/14

Allianz Seguros – Etapa Brasil de F1 (2014)

Em que ocasiões organizar eventos motivacionais

Motivos não faltam para se organizar eventos motivacionais. Contudo, eles precisam estar alinhados com o objetivo da empresa. Sua empresa pode organizar um evento motivacional para mostrar os resultados de um período e divulgar as novas metas, para lançar uma campanha de vendas, celebrar conquistas ou entregar premiações de incentivo, por exemplo. Mas também pode organizar eventos motivacionais como festa dos aniversariantes do mês, festa de confraternização no final do ano, eventos de integração de equipe, e por aí vai.

051703-N-0106C-001.jpg

Que experiências proporcionar aos colaboradores ao se organizar eventos motivacionais?

Aqui a lista é vasta, e segue a ideia de que o evento motivacional precisa estar alinhado com o objetivo do negócio. Uma ideia bastante adotada e que costuma ser muito bem sucedida é convidar algum palestrante que possa compartilhar uma experiência, tanto pessoal ou profissional, que venha de encontro com o objetivo do evento – as pessoas precisam conseguir fazer a conexão entre a palestra e o negócio. Também podem ser realizadas dinâmicas de grupo, jogos e brincadeiras, claro, tudo sempre dentro de um contexto. Dependendo do budget, seu evento motivacional pode ser um show musical, apresentação de alguma performance ou outra opção artística para os colaboradores descontraírem do dia a dia de trabalho.

Allianz - Encontro Corporativo. Rua Eugênio de Medeiros 303. São Paulo. Brasil. 05/08/2014

O que esperar dos eventos motivacionais?

Quando bem organizado, os eventos motivacionais proporcionam experiências gratificantes para os colaboradores. Você sabe que deu certo se eles voltarem à rotina mais animados e inspirados, mais felizes e determinados. Em outras palavras, motivados!

Não se esqueça: seu público interno é seu maior cliente. Ele é quem deve comprar a ideia do seu negócio primeiro, para saber e querer vender essa ideia depois para o cliente de fato.

Evento Allianz Seguros - Allianz Kids

Allianz Seguros – Allianz Kids

Novas regras de etiqueta dos eventos corporativos

Você conhece as novas regras de etiquetas dos eventos corporativos? Porque, convenhamos, os tempos mudaram. Só o que não mudou é saber se comportar bem em qualquer ocasião – em eventos corporativos então, nem se fala!

Jogar Candy Crush em eventos corporativos, definitivamente, não é legal.

Novas regras de etiqueta dos eventos corporativos

Claro, algumas regras não mudam nunca, como respeitar horários. Contudo, com o tanto de tecnologia que nos cerca hoje – smartphones, tablets e outros aparelhos eletrônicos ultra modernos – mais nossa agenda cada vez mais apertada que muitas vezes torna difícil para qualquer pessoa comparecer a todos os eventos que é convidada, dá para ficar um pouco confuso sobre o que é ou não é mais aceitável na etiqueta dos eventos corporativos. Alguns experts ajudaram o site Bizbash a montar uma lista com dicas de como se comportar bem como convidado de um evento e nós trouxemos aqui os pontos que achamos mais interessantes.

Dicas para seus convidados – as novas regras de etiquetas dos eventos corporativos

  1. Seja claro quanto ao horário
    Nunca deixe os convidados confusos quanto ao horário que devem chegar ao seu evento e prepare-se para recepcioná-los um pouquinho antes. E fica a dica para os convidados: chegar 10 minutos antes tudo bem, mais que isso poderá causar transtornos para o anfitrião, se ainda não estiver com tudo pronto para acomodar as pessoas. E chegar atrasado é grosseria, só é tolerável em casos de emergência.
  2. Informe os convidados sobre o traje
    A dica para os convidados de eventos corporativos é: o traje deve estar de acordo com o cliente e o evento. Se for em um iate, por exemplo, vista-se casualmente. Mas se for uma reunião no ambiente corporativo, se vista de acordo. Isso demonstra respeito ao cliente.
  3. Permita aparelhos eletrônicos em eventos ou reuniões
    Hoje em dia, durante uma reunião, é normal que os participantes tomem nota em smartphones ou tablets. Contanto que não estejam usando o aparelho para games, e-mails ou redes sociais, não há problema algum. Só não vale deixar no modo sonoro ou atender ligações dentro da sala. Se precisar mesmo atender um telefonema, vá para o lado de fora.
  4. Seja o primeiro a pedir bebida alcoólica
    Em eventos corporativos como almoço ou jantar, os convidados costumam pedir bebida alcoólica só depois que o anfitrião pede. Se ele não tomar a frente, a etiqueta dos eventos corporativos pede que os convidados aguardem.
  5. Ofereça credenciais
    Isso ajuda os convidados do seu evento corporativo a memorizar os nomes e empresas ou cargos dos demais. Se houver dúvidas sobre qual lado colocar a credencial: ela deve ser posta do lado direito. Quando as pessoas estendem o braço para cumprimentar outra, a linha da visão é para o lado direito dessa outra pessoa.
  6. Não monopolize o tempo de ninguém
    Em um evento corporativo de networking, é aconselhável falar no máximo 10 minutos com cada pessoa. Para não abandonar alguém sozinho, aproveite para introduzi-lo a outro convidado. Assim, todos saem ganhando.

Novas regras de etiqueta dos eventos corporativos

Resumindo: boa etiqueta em eventos corporativos nunca é demais.

Em dúvida sobre o que servir no seu próximo evento corporativo?

Se você estiver em dúvida sobre o que servir no seu próximo evento corporativo, pense no perfil do público, no tipo de evento, na sua duração, no espaço e suas limitações e possibilidades e, claro, sempre sem perder o foco do budget. Na grande maioria dos eventos corporativos, os momentos das refeições servem não apenas para alimentar e descontrair, como também para se fazer networking.

O que servir no seu próximo evento corporativo?

Que tipos de serviços podem ser oferecidos no meu próximo evento corporativo?

Café da manhã
Se o evento corporativo que você está organizando começa logo cedo, os convidados normalmente irão esperar que um café da manhã seja servido na recepção – principalmente em cidades grandes como São Paulo, em que o tráfego e a distância exigem que as pessoas saiam com bastante antecedência de casa. O serviço de buffet americano – em que as pessoas se servem e comem em pé mesmo – é uma opção prática amplamente adotada.

Brunch
Se seu evento corporativo estiver agendado mais para o meio da manhã e for se estender até o meio da tarde, você poderá servir um brunch – os alimentos e bebidas que compõem o brunch assemelham-se ao café da manhã, mas pode conter alguns itens um pouco mais pesados. Caso servir um almoço para os convidados não seja o mais conveniente para o seu evento corporativo, o brunch é uma ótima alternativa.

O que servir no seu próximo evento corporativo?

Almoço
O almoço é muito indicado para eventos corporativos longos, que começam cedo e vão até o fim da tarde ou até a noite. Nessas ocasiões, a pausa para o almoço, além de recarregar a energia dos convidados, é também a hora que as pessoas têm para conversar, trocar ideias e fazer networking de uma forma mais informal. E funciona bem, tanto faz se todos se sentarem à mesa ou fizerem a refeição de pé mesmo.

Jantar
Geralmente mais formal e requintado, o jantar é uma opção excelente para eventos corporativos que pedem uma atmosfera mais sofisticada. Pode ser um evento agendado para a noite mesmo, ou também como encerramento de um evento que aconteceu ao longo do dia.

O que servir no seu próximo evento corporativo?

Coquetel
Ideal para eventos corporativos mais curtos, à noite, e que combinem com um ar mais informal. Ou então pode preceder o jantar – os convidados vão aproveitando o momento do coquetel para fazer networking, conversar, encontrar conhecidos, antes do jantar de fato, ou da palestra, apresentação, ou outra ação que seja o foco do evento.

Coffee Break
O coffee break não tem período do dia ideal para acontecer, depende mais da duração do evento. Certamente o tipo de serviço mais adotado nos eventos corporativos em geral, os coffee breaks são aqueles intervalos em congressos, palestras, cursos, em que os convidados fazem uma pausa breve para tomar um café, chá ou suco, comer algo leve, para depois retornarem à agenda do evento.

O que servir no seu próximo evento corporativo?