Organizando eventos para os millennials

Muito tem se falado sobre a geração dos millennials. Com idade hoje entre 18 a 34 anos, constituem atualmente 30% da população brasileira, e estima-se que representarão 75% da força de trabalho até 2025 – ou seja, em menos de 10 anos eles serão a grande maioria dos consumidores do país.Eventos para Millennials

Como a realização de eventos é uma estratégia de marketing muito adotada pelas empresas, é fundamental conhecer o perfil do público-alvo e que tipo de ações e estratégias serão mais efetivas com ele.

Se você tivesse que planejar um evento corporativo para os millennials, como você faria? Aqui temos algumas dicas.

Para a geração dos millennials, um evento interessante:

- É digital: não é para o evento ser virtual, e sim estar presente no meio digital. Afinal, uma das principais características dessa geração é que eles já cresceram conectados. Estão o tempo todo com um smartphone nas mãos, e esperam que os eventos aproveitem a tecnologia para tornar tudo mais acessível, fácil e divertido. Lembrando que eles gostam de registrar os momentos no Snapchat e no Instagram, por exemplo, pense em uma decoração que possa ser aproveitada nessas horas; tenha disponível uma boa conexão de internet; traga tecnologias inovadoras para eles conhecerem.

Prende a atenção: um grande desafio, já que se distraem facilmente com seus smartphones, notificações, redes sociais, e todo um mundo de informações nas suas mãos. E se entediam facilmente também. Alguns os chamam de geração ‘Always on’. Por isso, os produtores de eventos que conseguem entretê-los saem na frente. Sessões muito longas de palestras não funcionarão; mesmo que o palestrante seja muito bom, uma hora eles vão se dispersar. Organize sessões mais curtas, com atividades interessantes e divertidas durante o intervalo. Eles voltarão renovados para a próxima sessão de palestras. Outra dica: complemente o que está se passando no palco com disponibilização de conteúdos relevantes para tables e smartphones, e assim mantenha-os engajados.

Tem um propósito: dizem que quando um millennial procura um emprego, ele não qualquer trabalho em troca de um salário; a busca real tem um propósito maior. Em eventos, isso significa que eles querem maximizar suas experiências, conectando a experiência do evento com algum propósito.

Mas a dica mais importante é: não se baseie apenas em estereótipos. Essas são dicas super válidas, obviamente,  e valem a pena serem consideradas nas estratégias de planejamento de um evento corporativo, mas o mais importante mesmo é entender quem é seu público e saber traçar estratégias eficazes, independentemente do nome da geração. Nem todos na faixa etária de 18 a 34 anos terão os mesmos gostos e ideais. Essas mesmas dicas podem ser usadas para pessoas entre 35 e 45 anos, talvez? Pense nisso!

Comentários