Posts

Lançamento do perfil SPFC no Spotify

Lançamento do perfil SPFC no Spotify, a ação foi no jogo SPFC 1 X 0 BAHIA, com quase 43mil torcedores no Estádio Cícero Pompeu de Toledo.

Foram distribuídos porta cartão para celular para os torcedores, no intervalo foi aberta uma bandeira com o logotipo do Spotify no centro do campo divulgando a #TricolorNoSpotify e os jogadores ganharam fones personalizados e caricaturas do elenco.

Trabalhamos com uma equipe de mais de 40 profissionais no dia, fomos responsáveis pela produção dos materiais.

 

Lançamento do perfil SPFC no Spotify

Fonte: i2 Produções

Lançamento do perfil SPFC no Spotify

Fonte: i2 Produções

Lançamento do perfil SPFC no Spotify

Fonte: i2 Produções

O incrível mercado de feiras e eventos de São Paulo

Não é de hoje e não é à toa que São Paulo é conhecida como o centro de turismo de negócios do país. Não é de se estranhar, portanto, que grande parte desses turistas que chega à capital paulista venha não só para fazer reuniões, como também – e muito – para participar de feiras e eventos. Afinal, mesmo com um crescimento no turismo de lazer, o setor de eventos continua firme e forte na posição de principal impulsionador do turismo na cidade.

São Paulo recebeu 15,44 milhões de visitantes no ano passado, um número já 3,76% maior que em 2016. Destes, 12,69 milhões foram visitantes domésticos e, 2,75 milhões, estrangeiros (dados do Observatório de Turismo e Eventos da SPTuris e do Visite São Paulo).

Uma parte significativa desses turistas pode muito bem ter estado em um dos 1.963 eventos que a cidade sedeou em 2017 (esse foi o número de eventos cadastrados no Visite São Paulo). Esses eventos atraíram 24,7 milhões de pessoas em feiras, congressos, simpósios, festivais, etc.

Quer mais? Segundo a Abeoc – Associação Brasileira de Empresas de Eventos, o setor de Turismo, Eventos e Hospedagens já era a segunda economia mais importante para o Brasil em 2017, perdendo apenas para o agronegócio.

Conferências de medicina, ciências e tecnologia e comunicação (nessa ordem) foram os segmentos líderes em quantidade na cidade de São Paulo no ano passado.

A i2 participa de tudo isso de perto

Fazer eventos é uma de nossas grandes especialidades.

Aliás, em julho, entregamos um estande na ForMóbile 2018 que, cá entre nós, nos deu muito orgulho. O espaço, de 150m², foi concebido para abrigar um de nossos clientes, a Overseas, e mais quatro empresas, por isso precisou ser moderno e funcional, para harmonizar bem com todas as marcas.

O incrível mercado de feiras e eventos de São Paulo

Produção de Eventos

Produção de eventos

Parceria Spotify e Botafogo: mais uma produção da i2

Existem algumas combinações que funcionam tão bem que viraram tradição, como por exemplo café com leite, pipoca com guaraná (essa é para a geração X!) e música e futebol! Foi pensando nesse último par que o Spotify fez mais uma parceria com um time de futebol. E dessa vez foi o Botafogo que assinou um contrato para criação de um conteúdo de música na internet. O clube foi o primeiro do Rio de Janeiro a fechar uma parceria com a plataforma de streaming de música. Anteriormente, o Spotify já havia feito uma ação do tipo com Palmeiras e Corinthians.

Fonte: Facebook Botafogo Futebol e Regatas

Com essa parceria, o Botafogo passou a ter um perfil certificado dentro da plataforma, e os torcedores apaixonados podem se conectar ainda mais com seus ídolos e ouvir as playlists oficiais dos jogadores do elenco, como Rodrigo Pimpão #17 (Playlist do Pimpão), Treino do Dudu Cearense #AquiSim (Playlist Dudu) e a do General #IgorRabello (Playlist do Rabello), além do Hino do Botafogo, da playlist Estrelas Alvinegras e as músicas que embalaram o mais recente título do time, o Carioca 2018 (Playlist Campeão Carioca). É a rádio oficial do Botafogo dentro do Spotify.

Parceria Spotify e Botafogo: mais uma produção da i2

Fonte: Facebook Botafogo Futebol e Regatas

Para lançar a parceria foram feitas algumas ativações na partida entre Botafogo x Grêmio, do Campeonato Brasileiro, que aconteceu no dia 28 de abril. E é aí que a i2 entra!

Ações realizadas pela i2 Produções para celebração da parceria Spotify x Botafogo

Já no começo do ano demos início aos trabalhos. Uma parceria desse tipo demanda uma produção com três a quatro meses de antecedência. Assim, a partir de uma reunião de briefing com o time escolhido e uma visita técnica ao estádio onde aconteceria a partida, seguiu-se o brainstorm de ideias e peças que fariam parte da ação.

E como resultado tivemos:

  1. Presente especial para jogadores e comissão técnica
    • Produzimos um fone personalizado com logos do Spotify e do Botafogo, além do nome de cada jogador ou integrante da comissão. Os jogadores entraram em campo usando seus fones e, durante o anúncio da escalação do time, caricaturas dos atletas com esses fones foram mostradas no telão do Estádio Nilton Santos.
    • Criamos uma ilustração personalizada que foi entregue para cada jogador no dia da partida.
  2. Presente para os torcedores
    • Produzimos três backdrops que foram instalados nas entradas do estádio para os torcedores tirarem fotos.
    • Organizamos um time de 20 promotores que cuidou da distribuição gratuita de 7 mil copos ecológicos e exclusivos da parceria para a torcida no dia do jogo. Aliás, o Botafogo aposta muito nessa questão ecológica e quer ser o primeiro time do Brasil que não utiliza material descartável em seus jogos. Esse foi o 1° Jogo da América Latina 100% sem copos descartáveis.
  3. Biriba, o mascote
    • O mascote Biriba entrou em campo com uma bandeira com a hashtag da parceria #BotafogoNoSpotify.

Parceria Spotify e Botafogo: mais uma produção da i2

Fonte: Facebook Botafogo Futebol e Regatas

“Sabemos que é praticamente impossível separar a música do futebol. Essa é mais uma prova de que essas duas paixões sempre estarão conectadas no coração do brasileiro. O Spotify e o Botafogo se juntaram para, mais uma vez, aproximar o fã de seus ídolos, através de conteúdos exclusivos na plataforma”, disse Carol Baracat, Head de Marketing Spotify América Latina.

“É um prazer para o Botafogo firmar parceria com o Spotify, uma marca presente no nosso dia a dia. Temos investido bastante na aproximação com o torcedor nas mais diversas mídias. Essa união é estratégica para nós”, comemorou o Vice-Presidente de Comunicação e Marketing do Botafogo Marcio Padilha.

Parceria Spotify e Botafogo: mais uma produção da i2

Fonte: Facebook Botafogo Futebol e Regatas

Além de ativações nos canais digitais do clube, chamadas no site oficial e na Botafogo TV, a campanha teve uma excelente repercussão na mídia e nós da i2 ficamos muito satisfeitos por fazer parte dessa jogada!

Um dia fora do escritório – como tirar o máximo proveito dos eventos corporativos de integração

Um dia fora do escritório é ótimo para os funcionários retomarem o fôlego e saírem um pouco do ambiente muitas vezes estressante que a rotina de trabalho produz. Não estamos falando em home office (que também tem suas muitas vantagens) e nem em um dia de folga. Estamos falando sim é de tirar as pessoas do ambiente de trabalho, levá-los para um espaço externo e promover um evento corporativo de integração. Mas como tirar o máximo proveito dos eventos corporativos de integração?

Claro que qualquer empresário se preocupará com um dia sem produção, mas quando o motivo vai se reverter em benefício não só para as pessoas, como também para os negócios, daí o jogo muda de figura. Aliás, falamos aqui sobre como planejar um evento corporativo para integração de equipes e que benefícios eles proporcionam.

O site Bizbash falou com alguns profissionais de eventos que deram dicas de como organizar eventos de integração de sucesso. Eis aqui algumas das dicas valiosas que eles deram.

 4 dicas para tirar o máximo proveito dos eventos corporativos de integração

  • Construa parcerias entre os fornecedores

Todos os elementos envolvidos para que o evento aconteça – do transporte e espaço até o serviço de catering – facilmente se tornam peças soltas no quebra-cabeça. Rebecca Tilley, diretora da Adventure Associates – empresa que oferece treinamentos de liderança corporativa e programas de integração de equipes –, sugere construir um forte time de fornecedores e encorajá-los a conversarem entre si.

  • Estabeleça objetivos

Tilley também recomenda ter objetivos claros para o evento corporativo de integração – a equipe envolvida precisa estar ciente desses objetivos. Uma vez definidos, daí sim é hora de pensar na programação do evento.

  • Agenda um tempo livre

Para Bruce Withrow, fundador da Meeting Facilitators International, companhia que facilita a realização de eventos corporativos de integração, o ideal é ter um balanço nas atividades: “nem tudo precisa ser programado. Se forem vários dias de evento, os participantes muitas vezes apreciam uma noite livre, assim eles podem fazer suas coisas”. Somando-se a isso, os espaços devem ter locais para conversas e encontros informais, diz Joyce Bromberg, vice-presidente de inovação e design da Convene, empresa que oferece espaços para conferências. Aliás, até um detox digital pode ser muito bem vindo em eventos de integração – nos momentos offline os eventos de integração podem render muito mais.

  • Programe atividades em grupo

Atividades em equipe durante um evento corporativo de integração servem para construir relacionamentos e quebrar o gelo. Para Bromberg, “há a oportunidade de se fazer um evento memorável, que as pessoas irão se lembrar, e uma maneira de se criar experiências partilhadas”. Pode ser uma aula de culinária, uma degustação de vinhos, até mesmo um brinde de comemoração. Contudo, alguns grupos podem preferir outros tipos de atividades, que não as em equipe: “se for o time sênior e eles trabalham juntos por anos, você não precisa quebrar o gelo. É uma total perda de tempo”, complementou ele.

Eventos corporativos de integraçãoFonte: FreePik.

Meditação em eventos corporativos

Já pensou em incluir a meditação em eventos corporativos?

Meditação em eventos corporativosFonte: Huffington Post.

A IMEX America, uma das maiores feiras internacionais voltadas para o turismo de negócios e eventos, aconteceu em Las Vegas de 13 a 15 de outubro, e reuniu 10.600 profissionais. O evento inovou com o programa Be Well, cujo foco era manter o bem-estar físico e mental dos participantes através de uma variedade de serviços como uma sala de meditação com sessões de yoga e mindfulness (o termo é conhecido no Brasil como “atenção plena”), e meditação, dada pela instrutora Lee Papa. Tudo isso para que as pessoas pudessem se sentir produtivas e inspiradas em todos os dias do evento.

Para ela “um evento como o IMEX pode ser altamente estressante porque há muitas reuniões e os dias possuem agendas apertadas. Isso leva ao sentimento de falta – tempo insuficiente e muito o que se fazer – crenças que conduzem a um resultado menos produtivo e um processo de estresse. Mindfulness é a resposta não apenas para exposições e conferências, mas também para o funcionamento diário de qualquer negócio. Fluxo é o que é produtivo –restrição não”.

Para ilustrar o que disse, Le Papa deu cinco motivos pelos quais vale a pena ter intervalos para meditação em eventos corporativos e como eles beneficiam os participantes:

Meditação nos eventos corporativosFonte: Body Beat.

1) Intervalos para meditação contribuem para a resistência.
2) Intervalos para meditação incentivam o trabalho em equipe.
3) Intervalos para meditação melhoram o foco durante o evento.
4) Intervalos para meditação permitem uma perspectiva mais fresca para as ideias fluírem.
5) Intervalos para meditação incentivam uma comunicação mais efetiva.

Esse artigo foi inspirado nesse do Bizbash.

Ainda não dá para descansar: 5 ações para se fazer depois do evento

A gente sabe que quem trabalha com eventos gosta de uma rotina mais movimentada, mas que dá aquela vontade de tirar uns dias de folga depois da entrega de um grande evento, ah… isso dá! Porque vida de produtor de eventos costuma ser corrida, especialmente nos dias que antecedem o evento, e quando ele termina, o cansaço bate. Mas todo o trabalho só se conclui com o pós-evento, por isso não dá para descansar tão cedo! Veja algumas ações que você deve tomar quando passar o evento.

Ações para se fazer depois do eventoFonte: I2 Produções.

Anote: 5 ações de pós-evento

1) Agradecimento
Faz toda a diferença os convidados saberem que foram lembrados depois do evento e que a presença deles foi especial – principalmente em evento corporativo essa etapa do pós-evento é fundamental estrategicamente. Agradeça a participação deles, de forma personalizada, enviando uma cartinha com um clique tirado no evento, por exemplo. O bom dessa parte do trabalho é que ela pode ser preparada com antecedência – aproveite o banco de dados usado no registro para a coleta dos dados de contatos que você precisará usar nessa fase (como e-mail ou endereço físico).

2) Feedback
Quer saber se seu evento foi um sucesso? Ouça o feedback dos participantes. Isso é ainda mais relevante se for um evento corporativo e você precisa saber se a estratégia do evento foi escolhida corretamente e se os objetivos foram atingidos. Você pode coletar esse feedback ao final do evento corporativo, pedindo para os convidados responderem uma pesquisa de avaliação e, mais do que isso, monitore o que estão falando nas redes sociais, pois esses feedbacks espontâneos são muito valiosos também.

3) Redes Sociais
E por falar em redes sociais, se seu evento foi um sucesso, as pessoas continuarão falando dele nos dias seguintes ao evento. Aproveite o burburinho para postar fotos, slides de apresentações que foram realizadas, e compartilhe com o público tudo o que mídia estiver falando sobre o seu evento. Mas não demore para fazer isso, o evento ainda precisa estar fresco na cabeça das pessoas para esse trabalho dar certo. Para não perder tempo, uma boa curadoria ajuda bastante. Se for um evento corporativo, as redes sociais servem como um super suporte para o trabalho de branding.

4) Balanço
É hora de colocar as contas na balança: analisar se as cotas de patrocínio foram suficientes, se houve gastos extras que não haviam sido previstos, se o número de registros deveria ter sido maior (ou menor), onde foi possível economizar. Essa análise é importante para o produtor de eventos, tanto para prestar contas com o cliente, quanto para planejamentos futuros.

5) Debrief
Depois dessas etapas junte o pessoal envolvido no projeto para fazer o debrief e discutir se os objetivos foram alcançados e verificar o que foi bom e o que pode ser melhorado para o próximo evento. É o momento para celebrar vitórias e agradecer o empenho de toda a equipe para que eles já fiquem animados para a realização do próximo evento.

O que fazer no pós-eventoFonte: Live Science.

Depois disso, você pode relaxar sem culpas. Recarregar as baterias para a próxima empreitada faz bem para a saúde e para a produtividade.

Negócios pequenos podem realizar eventos corporativos memoráveis

Se você duvidava que negócios pequenos podem realizar eventos corporativos memoráveis porque achava que apenas as grandes corporações são capazes de produzir super eventos, saiba que não é bem assim.

Independentemente do tamanho, a verdade é que eventos corporativos memoráveis não acontecem ao acaso (pelo menos em 99,99% das vezes). Há muito planejamento prévio. Seja uma conferência, workshop ou algum evento relacionado à experiência do consumidor, e seja um planejamento que você poderá executar em algumas poucas semanas ou durante um ano inteiro, o segredo de um evento memorável sempre está na atenção aos detalhes.

Negocios pequenos podem realizar eventos corporativos memoraveisFonte: I2 Produções.

Talvez o grande desafio do pequeno negócio seja sua estrutura enxuta e um budget mais limitado. Por isso os esforços na organização de um evento corporativo precisam ser bem precisos. Para ajudar nessa empreitada, veja algumas dicas de planejamento para negócios pequenos que querem realizar eventos corporativos memoráveis:

1) Defina o público-alvo do evento: é o que precisa ser feito antes de qualquer outra coisa, porque todas as demais decisões do planejamento serão reflexo disso.

2) Faça seu check-list: de preferência nos mínimos detalhes, para não correr o risco de, no meio do caminho, se dar conta que esqueceu algum item fundamental. Pense sobre a iluminação, se haverá necessidade de transporte público, estacionamento, qual será o conceito do evento, o que será servido, etc. Afinal, tudo – de bom e ruim – que acontecer no evento será atribuído ao produtor de eventos e à marca – no caso, do pequeno negócio.

3) Defina o propósito de negócio do evento: antes de começar a organizar um evento corporativo, tenha bem claro o motivo pelo qual o evento foi requisitado, porque todas as decisões posteriores devem ir de encontro com o objetivo principal que o pequeno negócio busca alcançar. Pode ser geração de leads, lançamento de um produto, fortalecimento da imagem da marca, fidelização de clientes.

4) Escolha bem a data: em grandes centros como São Paulo, checar atentamente o calendário dos principais eventos da cidade é parte importante do planejamento de um evento corporativo. É melhor não ter que concorrer com outros eventos que seu público possa querer ir também.

Datas para eventos corporativosFonte: FreePik.

5) Seja flexível com possíveis alterações no planejamento: no meio do processo, pode ser que seu evento vá mudando em alguns aspectos do que havia sido pensado originalmente. Você pode ter pensado em um determinado porte, e percebeu que seria melhor de outro jeito, ou pensado em uma certa localização, mas viu que seria melhor alterar para outro lugar. A flexibilidade é necessária e conveniente, contanto que se tome o cuidado de ter sempre em mente o objetivo final de o pequeno negócio estar realizando tal evento.

6) Conheça suas limitações: todos sabemos que o objetivo é realizar um evento memorável. Precisamos saber também que há coisas que não podemos fazer, seja por um budget limitado, falta de tempo razoável, entre outros. Se você decidir fazer um evento ao vivo em poucas semanas, procure fazer algo mais intimista. Se a opção for por um grande evento, prepare-se com bastante antecedência. Se o orçamento for pequeno, você terá que abusar muito da criatividade e colocar as mãos na massa para valer.

7) Pense estrategicamente: estratégia é tudo. Um evento memorável sempre começa com uma estratégia forte e muito bem pensada. Eventos são uma grande oportunidade para mostrar a marca, conectar-se com o público e ter feedback sobre um produto ou serviço, mas é importante saber o que você está tentando alcançar. Tenha certeza que seu planejamento e suas estratégias estejam alinhados com o objetivo que o pequeno negócio precisa atingir no final de tudo.

Eventos corporativos realizados por empresas pequenasFonte: I2 Produções.

Novas regras de etiqueta dos eventos corporativos

Você conhece as novas regras de etiquetas dos eventos corporativos? Porque, convenhamos, os tempos mudaram. Só o que não mudou é saber se comportar bem em qualquer ocasião – em eventos corporativos então, nem se fala!

Jogar Candy Crush em eventos corporativos, definitivamente, não é legal.

Novas regras de etiqueta dos eventos corporativos

Claro, algumas regras não mudam nunca, como respeitar horários. Contudo, com o tanto de tecnologia que nos cerca hoje – smartphones, tablets e outros aparelhos eletrônicos ultra modernos – mais nossa agenda cada vez mais apertada que muitas vezes torna difícil para qualquer pessoa comparecer a todos os eventos que é convidada, dá para ficar um pouco confuso sobre o que é ou não é mais aceitável na etiqueta dos eventos corporativos. Alguns experts ajudaram o site Bizbash a montar uma lista com dicas de como se comportar bem como convidado de um evento e nós trouxemos aqui os pontos que achamos mais interessantes.

Dicas para seus convidados – as novas regras de etiquetas dos eventos corporativos

  1. Seja claro quanto ao horário
    Nunca deixe os convidados confusos quanto ao horário que devem chegar ao seu evento e prepare-se para recepcioná-los um pouquinho antes. E fica a dica para os convidados: chegar 10 minutos antes tudo bem, mais que isso poderá causar transtornos para o anfitrião, se ainda não estiver com tudo pronto para acomodar as pessoas. E chegar atrasado é grosseria, só é tolerável em casos de emergência.
  2. Informe os convidados sobre o traje
    A dica para os convidados de eventos corporativos é: o traje deve estar de acordo com o cliente e o evento. Se for em um iate, por exemplo, vista-se casualmente. Mas se for uma reunião no ambiente corporativo, se vista de acordo. Isso demonstra respeito ao cliente.
  3. Permita aparelhos eletrônicos em eventos ou reuniões
    Hoje em dia, durante uma reunião, é normal que os participantes tomem nota em smartphones ou tablets. Contanto que não estejam usando o aparelho para games, e-mails ou redes sociais, não há problema algum. Só não vale deixar no modo sonoro ou atender ligações dentro da sala. Se precisar mesmo atender um telefonema, vá para o lado de fora.
  4. Seja o primeiro a pedir bebida alcoólica
    Em eventos corporativos como almoço ou jantar, os convidados costumam pedir bebida alcoólica só depois que o anfitrião pede. Se ele não tomar a frente, a etiqueta dos eventos corporativos pede que os convidados aguardem.
  5. Ofereça credenciais
    Isso ajuda os convidados do seu evento corporativo a memorizar os nomes e empresas ou cargos dos demais. Se houver dúvidas sobre qual lado colocar a credencial: ela deve ser posta do lado direito. Quando as pessoas estendem o braço para cumprimentar outra, a linha da visão é para o lado direito dessa outra pessoa.
  6. Não monopolize o tempo de ninguém
    Em um evento corporativo de networking, é aconselhável falar no máximo 10 minutos com cada pessoa. Para não abandonar alguém sozinho, aproveite para introduzi-lo a outro convidado. Assim, todos saem ganhando.

Novas regras de etiqueta dos eventos corporativos

Resumindo: boa etiqueta em eventos corporativos nunca é demais.

Em dúvida sobre o que servir no seu próximo evento corporativo?

Se você estiver em dúvida sobre o que servir no seu próximo evento corporativo, pense no perfil do público, no tipo de evento, na sua duração, no espaço e suas limitações e possibilidades e, claro, sempre sem perder o foco do budget. Na grande maioria dos eventos corporativos, os momentos das refeições servem não apenas para alimentar e descontrair, como também para se fazer networking.

O que servir no seu próximo evento corporativo?

Que tipos de serviços podem ser oferecidos no meu próximo evento corporativo?

Café da manhã
Se o evento corporativo que você está organizando começa logo cedo, os convidados normalmente irão esperar que um café da manhã seja servido na recepção – principalmente em cidades grandes como São Paulo, em que o tráfego e a distância exigem que as pessoas saiam com bastante antecedência de casa. O serviço de buffet americano – em que as pessoas se servem e comem em pé mesmo – é uma opção prática amplamente adotada.

Brunch
Se seu evento corporativo estiver agendado mais para o meio da manhã e for se estender até o meio da tarde, você poderá servir um brunch – os alimentos e bebidas que compõem o brunch assemelham-se ao café da manhã, mas pode conter alguns itens um pouco mais pesados. Caso servir um almoço para os convidados não seja o mais conveniente para o seu evento corporativo, o brunch é uma ótima alternativa.

O que servir no seu próximo evento corporativo?

Almoço
O almoço é muito indicado para eventos corporativos longos, que começam cedo e vão até o fim da tarde ou até a noite. Nessas ocasiões, a pausa para o almoço, além de recarregar a energia dos convidados, é também a hora que as pessoas têm para conversar, trocar ideias e fazer networking de uma forma mais informal. E funciona bem, tanto faz se todos se sentarem à mesa ou fizerem a refeição de pé mesmo.

Jantar
Geralmente mais formal e requintado, o jantar é uma opção excelente para eventos corporativos que pedem uma atmosfera mais sofisticada. Pode ser um evento agendado para a noite mesmo, ou também como encerramento de um evento que aconteceu ao longo do dia.

O que servir no seu próximo evento corporativo?

Coquetel
Ideal para eventos corporativos mais curtos, à noite, e que combinem com um ar mais informal. Ou então pode preceder o jantar – os convidados vão aproveitando o momento do coquetel para fazer networking, conversar, encontrar conhecidos, antes do jantar de fato, ou da palestra, apresentação, ou outra ação que seja o foco do evento.

Coffee Break
O coffee break não tem período do dia ideal para acontecer, depende mais da duração do evento. Certamente o tipo de serviço mais adotado nos eventos corporativos em geral, os coffee breaks são aqueles intervalos em congressos, palestras, cursos, em que os convidados fazem uma pausa breve para tomar um café, chá ou suco, comer algo leve, para depois retornarem à agenda do evento.

O que servir no seu próximo evento corporativo?

Como planejar um evento corporativo para integração de equipes

Organizar evento corporativo para integração de equipes é uma grande ferramenta de crescimento para as organizações.

Grandes corporações não apenas sabem bem disso, como colocam a integração de equipes como um dos elementos essenciais de sua cultura organizacional. E com resultados cada vez melhores elas comprovam que não estão erradas – empresas como Apple, Google e Coca Cola realizam, há tempos, grandes eventos corporativos com o intuito de integrar equipes.

Como planejar um evento corporativo para integração de equipes

A integração de equipes é essencial para que os colaboradores se sintam mais motivados. É o lema ‘espírito de equipe’ ou o ‘vestir a camisa’ sendo levados a sério. Termos banais? Pois saibam que eles estão longe disso. Funcionários motivados são mais felizes no ambiente de trabalho, criam uma atmosfera melhor, consequentemente acabam por produzir e inovar mais. Quando sentem que fazem parte do todo eles se esforçam pelo sucesso da empresa, e querem fazer parte disso.

E os eventos corporativos para integração de equipes têm esse fim, funcionam como um espaço de respiro da correria do dia a dia para instigar a comunicação, a criatividade e a colaboração tanto dentro de uma área da empresa, como entre as diferentes áreas.

Organizando um evento corporativo para integração de equipes

Como na realização de qualquer evento, um briefing bem elaborado é fundamental. Dele o produtor de eventos deve obter informações como:

1) Quem será o público do evento? Ele será dirigido a apenas uma área da empresa, ou todos os departamentos estarão envolvidos?
2) Qual o objetivo? O evento corporativo para integração de equipes pode fazer parte de uma campanha motivacional, pode ter como finalidade a apresentação dos resultados da empresa, pode ser um treinamento. Até mesmo eventos simples, como a comemoração dos aniversariantes do mês, é uma forma de evento corporativo para integração de equipes. Muito importante aqui é ter claro quem foi a área solicitante e qual a sua necessidade.
3) Qual a verba? Tenha a verba sempre em mente ao buscar os fornecedores, contratar o local, planejar o conteúdo e as atividades.
4) E o local? Dependendo do porte e do objetivo, o evento corporativo pode ser na própria empresa, porém muitas vezes o intuito é tirar o pessoal do ambiente diário e proporcioná-los uma experiência diferente.

Como planejar um evento corporativo para integração de equipes